Publicador de Documentos

Enquete

O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Obrigações do Dia

  • 23/Janeiro/2020
  • ICMS/SCANC | Refinaria de Petróleo e suas bases, nas operações com combustível derivado de petróleo, nos casos de repasse (imposto retido por outros combustíveis).
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.

Indicadores Econômicos

Moedas - 23/01/2020 10:40:45
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,166
  • 4,168
  • Paralelo
  • 4,150
  • 4,390
  • Turismo
  • 4,000
  • 4,330
  • Euro
  • 4,621
  • 4,624
  • Iene
  • 0,038
  • 0,038
  • Franco
  • 4,306
  • 4,309
  • Libra
  • 5,468
  • 5,472
  • Ouro
  • 209,620
  •  
Mensal - 03/12/2019
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • -0,05
  • 0,04
  • Ipc/Fipe
  • -
  • 0,16
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -0,09
  • Igp-m/Fgv
  • -0,01
  • 0,68
  • Igp-di/Fgv
  • 0,50
  • 0,55
  • Selic
  • 0,46
  • 0,48
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Exigências da Reforma que já estão valendo para as novas Aposentadorias

As aposentadorias do INSS passaram a ter algumas regras novas a partir desta quarta-feira (1º) devido à progressão do sistema de transição entre os benefícios antigos e os novos, aprovados na reforma da Previdência em 13 de novembro de 2019.

O aumento pontuação para se aposentar sem idade mínima, na chamada transição por pontos, é uma das principais alterações para este novo ano. Regras de transição na reforma da Previdência

Agora, para se aposentar por esse sistema, será preciso que a soma da idade ao tempo de contribuição alcance 87, para a mulher, e 97, para o homem. Um ponto a mais do que o exigido no ano passado.

Outra regra de transição alterada nesta quarta é a da idade mínima, que avança em seis meses a partir de 1º de janeiro. Com a virada de 2019 para 2020, a exigência sobe para 56,5 anos, para mulheres, e 61,5 anos, para homens.

Nas duas regras de transição continua valendo a exigência de tempo mínimo de contribuição ao INSS, de 30 anos para mulheres e 35 anos, para homens.

Alterações em 1º de janeiro | Reforma da Previdência

    A reforma da Previdência começou a valer no dia 13 de novembro, mas já terá alterações
    Desde o dia 1º de janeiro de 2020, passaram a valer novas exigências para três das regras de transição

Entenda o que vai mudar

A reforma da Previdência instituiu um único tipo de benefício no país, com idade mínima de:

  •     65 anos, para os homens
  •     62 anos, para as mulheres

Validade não é imediata

    No entanto, essas idades mínimas não são obrigatórias logo de cara
    Há um período de transição, com regras para quem já está no mercado de trabalho

Cinco regras:

  •     Pedágio de 50%
  •     Pedágio de 100%
  •     Pontos
  •     Idade mínima progressiva
  •     Idade mínima na aposentadoria por idade

Veja as exigências a partir de janeiro de 2020:

1 – Aumento da pontuação

Já está valendo desde o dia 1º de janeiro de 2020 que ao somar idade e tempo de contribuição, é preciso ter:

  •     87 pontos, para as mulheres
  •     97 pontos, para os homens

Os homens precisam de 35 anos de contribuição, e as mulheres, de 30 anos

O trabalhador que comprovar que atingiu a pontuação 86/96 até 31 de dezembro de 2019 mantém o direito de se aposentar por essa transição

A pontuação mínima aumenta um ponto a cada ano até chegar a 100, para as mulheres, e 105, para os homens

2 – Idade mínima progressiva

A reforma também trouxe a possibilidade de os profissionais no mercado de trabalho se aposentarem com idade mínima

Em 2020, a idade mínima exigida nessa regra de transição é de:

  •     61 anos e seis meses, para os homens
  •     56 anos e seis meses, para as mulheres

O segurado que comprovar que atingiu a idade mínima de 61 anos, para os homens, e 56 anos, para as mulheres, até 31 de dezembro de 2019 ainda pode se aposentar por essa regra de transição

Em todos os casos os homens precisam de 35 anos de contribuição, e as mulheres, de 30 anos

3 – Idade das mulheres no benefício por idade

Em 2020, as mulheres precisarão ter no mínimo 60 anos e seis meses de idade para se aposentar por essa regra

Também é preciso ter 15 anos de pagamentos ao INSS

A reforma da Previdência não mudou a idade dos homens para ter o benefício por idade, que é de 65 anos

Mulheres que completaram 60 anos até 31 de dezembro de 2019 e comprovarem que atingiram o tempo mínimo de 15 anos de contribuição até essa data podem se aposentar

Fonte: Jornal Contábil - 03/01/2020

Site desenvolvido pela TBrWeb  (XHTML / CSS)
ORGANIZAÇÃO CONTABIL PRADO  |  Organização Contábil Prado - Rua Pará, N° 107 – Cadeia Velha Rio Branco, AC